Eu consegui te esquecer,  por pelo menos uma semana eu não pensei em você.
Mas agora ela tá meio longe,  tu também, ok, mas a gente ainda acaba se falando. E aquela semana foi a única, a única em que eu fiquei livre de você.
Eu já disse pros meus amigos, e tentei me enganar também, mas mentir pra si mesmo é impossível. Eu sei que só tua amizade nunca vai ser o bastante, mas ao mesmo tempo a sua amizade é melhor que nada.
E o pior de tudo é que nem uma amizade parece que tu quer, sempre fico com a sensação que você está me evitando,  fingindo que eu não tô lá.
Eu sou só aquele carinha legal, gente fina, que nunca vai ser um amigo de verdade, aquele cara que você só falam por educação, e só procura quando não tem mais nada pra fazer.
Eu já pensei em desencantar, cair na real, parar de te tratar como se você fosse a tal. Mas não dá, não consigo imaginar o meu dia a dia sem o teu sorriso.
E a culpa nem é tua, sou eu que tenho o costume estúpido de me apaixonar por quem nunca sentiu ou vai sentir o mesmo.
Então me faz o favor de só me procurar se for pra valer, que amizade falsa eu já tenho o suficiente.

“Peço pra que um dia se pensares em trazer-me seus olhares faça porque te convém”
– Azedume, Los Hermanos

Padrão

Uma das coisas que mais se repetem na minha vida: gostar de quem não gosta de mim. Ok, isso acontece com muita gente, mas eu sou um dos poucos otários que insiste, mesmo sabendo a verdade.
Eu já perdi a conta de quantas vezes isso aconteceu, mas foi pra caralho. E o pior dessa vez é que eu até cheguei a ter alguma amizade, mas estraguei tudo. Aliás, não é bem uma novidade que eu tenha estragado tudo, eu sempre faço merda, as vezes sem nem saber.
E os conselhos, porra,  eu sei que a intenção era boa, mas eles só me foderam. Me encorajaram a fazer merda, mas ok.
E eu ainda tenho que conviver com isso até o fim do ano, e depois tudo se repete, como sempre, só mudam os rostos.

Padrão